segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Making Off II - Os primeiros desafios

No último post falei sobre minhas intenções para campanha, as primeiras idéias, o "bum" inicial. Agora apresento os primeiros desafios enfretados pelos personagens, ao qual tenho certeza que não foram menos emocionantes que qualquer outro embate de nível elevado. Jogadores veteranos costumam: "combates de nível baixo são chatos". Eu discordo. Acredito que pode-se aplicar mesma dificuldade e truques em quaisquer desafios de D&D, desde que as proporções sejam bem dosadas.

Voltemos então a Sellen, uma cidade poderosa e muito bem protegida. Ótimo palco para provocar confusão. Por mais poderosa que uma nação seja, em algum momento ela poderá perder o controle, ser surpreendida por inimigos e agonizar num caos momentâneo. Temos exemplos claros e recentes, como atendado aos EUA no 11 de Setembro. Com todo o aparato militar e serviço de inteligência que o país possui, infelizmente não conseguiu evitar tantas mortes.

Era o que eu tinha mente para simular naquela primeira seção. Sellen, a capital de reino chamado Sellêntia, foi atacada por máquinas de cerco mágicas e uma horda de humanóides da vizinha Vastidão. Para os selentinos, essa região é tida como inimiga, considerada não civilizada e uma escória para o colonialismo. Pois bem, essas criaturas conseguiram aterrorizar a cidade naquela noite, pois misteriosamente conseguiram adentrar no reino sem enfrentar as fileiras que o protegem.

Nosso heróis, quando unidos, se viram diante de desafios adequados para os níveis deles, porém com certo grau de dificuldade. O primeiro deles eu projetei da seguinte maneira:

DESAFIO: Casa em Chamas
Objetivo Principal: Salvar uma família
Condição: Um grupo de goblins tomou de assalto uma casa, fazendo de refém a família de um carpinteiro (fabricante de rodas). O local é um velho sobrado de esquina, ao lado da própria loja.

Térreo (NE 1)
Criaturas: 4 goblins; Pv: 8,6,3,2; Iniciativa: 13

As criaturas são saqueadoras. Elas pretendem pegar o que estiver de valor no local, depois queimar tudo.

Combate: Usarão táticas de combate à distância com cobertura, usando as mesas e móveis da casa. Arremessarão garrafas de Fogo Alquímico e somente quando alguém se aproximar, sacarão suas lâminas.

Moral: Tentarão fugir para o andar de cima quando feridas.

1º Andar (NE 1)
Criaturas: 4 goblins; Pv: 5,2,5,5; Iniciativa: 19,4

Há dois quartos no andar de cima. Em cada quarto há duas criaturas ameaçando respectivamente o casal num quarto e as três filhas no outro. O velho implora pela vida da de todos, enquanto suas filhas mais novas choram, abraçadas às irmã mai velha.

Combate: Se surpreendidas, aprimera reação durante o combate é arremeçar as garrafas de fogo alquímico nos inimigos. Caso percebam a chegada de intrusos, ameaçarão os reféns negociando uma fuga.

Os personagens venceram o desafio com certa dificuldade. Os projéteis disparados pelos goblins atearam fogo no prédio e alguns tiveram de ignorar o embate para evitar que as chamas se alastrassem. Per fim, salvaram a família e ganharam admiradores: Pavlus Melgor (Marido, 52 anos), Lafa Melgor (esposa, 35 anos), Lyrana (Filha mais velha, 16 anos), Andylla e Dyllana (gêmeas com 6 anos apenas).

O outro desafio da noite aconteceu no bairro vizinho. Os personagens se deparam com um guarda ferido, que os alertou sobre invasores no paiol da guarda.

DESAFIO: Guardas em Perigo
Objetivo Principal: Salvar os guardas
Objetivo Secundário: Impedir uma explosão
Condição: Um destacamento de guardas foi derrotado, restando apenas 4 sobreviventes dentro de um dos quarteis da guarda (na verdade um depósito), que fica no cais. Os guardas foram amarrados junto a barris de pólvora que serão usados para explodir o prédio. Quatro robgoblins estão do lado de fora do estabelecimento, queimando os quartos e se preparando para fugir.

Pátio(NE 4*)
Criaturas: 4 robgoblins; Pv: 8,7,6,7; Iniciativa: 17
As criaturas são Ladinos de 1º Nível e usam equipamento melhorado.

Combate: Os robgoblins optam por combate à distância, sendo que dois deles estão no telhado em alerta e dispararão com seus arcos. Outras dois estão no pátio e acabaram de acender o pavio. Como os robgoblins sabem que tudo vai explodir em instantes, lutarão de forma evasiva tentando desesetabilizar qualquer inimigo.

Moral: Após 6 rodadas tentarão fugir.

Havia no pátio um grande Balestra, corpos espalhados e uma escada que levava ao depósito de armas e alimentos do prédio. O lugar em si parecia um forte, pois era cercado por um muro alto e pequenas casinhas (quartos) rente a ele. Para entrar ou sair do local ignorando os portões, era preciso subir no telhado das casas e passar para o muro. Foi por ali que os robgoblins entraram e se preparavam para sair.

No pátio, por sua vez, havia uma escada que levava a um depósito. Eram lá que estavam os guardas amarrados aos barris, contudo a porta que dava acesso ao local estava fechada e, para tornar tudo mais dramático, descrevi o pavio queimando por debaixo dela. Houve um combate difícil também, porque 2 dos robgoblins estavam bem posicionados (no telhado), tinham armas (Obra Prima) e estavam dispostos a atrapalhar os heróis. Enquanto tentavam derrotar as criaturas, o pavio queimava. Nos bastidores eu defini o tempo que faltava para a explosão: 13 rodadas.

Após a peleja, que por sinal ferira gravemente alguns personagens, ainda havia necessidade de derrubar a porta e evitar a explosão. Muitas das casinhas pegavam fogo, portanto talvez a explosão fosse inevitável. Os personagens usaram os disparos violentos da balestra para derrubar a porta, e felizmente conseguiram libertar os guardas. Evitaram também a explosão e ganharam a gratidão de Lessira (refém e filha do capitão da guarda), além dos outros guardas que ali se encontravam.

Enfim esses foram os dois primeiros desafios da campanha. Na próxima postagem falarei sobre o dia seguinte em Sellen e como se desenvolveu a primeira jornada dos heróis. Até lá.

* Note que o NE do encontro é 4, um valor alto, mas eu tinha 6 personagens na mesa.

4 comentários:

Yuri Peixoto disse...

Desafios bem equilibrados, muito estruturados e exatamente "entranhados" na campanha, na medida certa. Foi um bom começo, com certeza! Pena que não estava lá desde o começo...

Mestre Emilson disse...

Olá pessoal do Abismo. Gostaria de informar que fui convidado para um meme por Alexandre do blog rpgista.com. Estou aqui para informar que convidei esse blog a participar tambem. Para mais detalhes basta clicar no link abaixo.

http://rpgsemcompromisso.wordpress.com/2008/11/22/meme_aleatoriedades/ (ou copia e cola na barra de endereços)

Até mais!

Mestre Emilson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandre Ðraco disse...

Vi que te convidaram acima mas... Estás convidado a participar do Meme: Aleatoriedades! Visite http://aldetoron.blogspot.com/2008/11/meme-aleatoriedades.html e veja as regras!